"Alma limpa, amor na transversal...
Planejando o (in)certo"


12 de outubro de 2013

Inspirado em um história real

Eles preferem ralar os joelhos no asfalto
Preferem se cortar nas palavras

Ela

Diz que me ama
SE-GRE-GA amigos, familiares, namorados

Machuca é espinhenta, mandona e austera
Deveria comer melado, talvez  ficasse doce

A outra

Joga na cara o que acha ser certo
MAL-A-MA-DA, mizerenta

Vem com aquela voz doce
Silhueta desenhada que encanta

Eu

Assisto tudo com tendências impacientes e egoístas
Resignada pelo entendimento nulo disso

Plantada em meio a situações, frustrações
E dores que nunca tem fim!

3 comentários:

  1. "Lembre-se de que as outras pessoas são diferentes e, por isso
    mesmo, guardam maneiras próprias de agir.
    Esclarecer à base de entendimento fraterno, sim, polemicar,
    não.
    Antagonizar sistematicamente é um processo exato de angariar
    aversões.
    Você pode claramente discordar sem ofender, desde que fale
    apreciando os direitos do opositor.
    Afaste as palavras agressivas do seu vocabulário. Tanto quanto
    nos acontece, os outros querem ser eles mesmos na desincumbência
    dos compromissos que assumem.
    Existem inúmeros meios de auxiliar sem ferir.
    Geralmente, nunca se discute com estranhos e sim com as
    pessoas queridas; visto isso, valeria a pena atormentar aqueles
    com quem nos cabe viver em paz?
    Aprendamos a ceder em qualquer problema secundário, para
    sermos fiéis às realidades essenciais.
    Se alguém diz que a pedra é madeira, é justo se lhe acate o
    modo de crer, mas se alguém toma a pedra ou a madeira para ferir
    a outrem, é importante argumentar quanto à impropriedade do
    gesto insano." trecho retirado do livro Sinal Verde.

    ResponderExcluir
  2. Concordo com o comentário da Lais.
    Mas sei tb como é difícil ter pessoas o tempo todo dizendo que vc está errada e que deveria fazer isso ou aquilo. Críticas ferem quando não são bem colocadas. Acho q falta mto disso nos familiares: demonstrar preocupação sem usar o desespero e críticas, esperando q isso faça a pessoa agir diferente. Não é com vinagre que se atrai beija-flores, mas com algo doce.
    Espero q melhore querida....e não fique vc tb se criticando, viu?! Isso não adianta de nada, só vai te fazer afundar. Dê um passinho de cada vez rumo à mudança para melhor. Se cair, não lamente, se levante e siga em frente :)

    abração da Flor :*

    ResponderExcluir
  3. sempre seremos egoístas, sempre estaremos em tratamento, pra sempre seremos marcados por mais e mais dilemas, mas o que importa é não parar, abraço!

    http://coveirobipolarmoribundo.blogspot.com.br

    ResponderExcluir