"Alma limpa, amor na transversal...
Planejando o (in)certo"


17 de dezembro de 2012

Dissociação



Eu admiro um cara que nem conheço, nunca o vi além dos álbuns do facebook...
Mas o enxergo nas entrelinhas de sua poesia, dos dias, das cores dessa vida!
E nunca vi alma tão bela, carinhosa e sincera, posso abraça-lo doce e encantante enquanto a flauta adocica momentos de amor eterno.

Chove lá fora em quanto minha mãe reclama aqui dentro...
Eles não são sinceros quando sorriem,
são curiosos e perversos!
Sorriam