"Alma limpa, amor na transversal...
Planejando o (in)certo"


5 de outubro de 2012

Mãos a obra





Eu tomo remédio controlado.
Vivo turbulências extremas diárias/ cotidianas.
Curso publicidade: estou fazendo TCC.
Almoço enquanto digito e vice versa.
Derramo café no notebook.

Droga!

Apresento trabalhos no automático.
Minha internet não funciona direito.
Ultimamente eu só como besteira.

Aliás, tá tudo errado.

Falo em 2 celulares ao mesmo tempo, e ainda uso o not, tudo isso em quanto meu pai dirige...
Isso quando não tenho que anotar algo no papel...
Compro batons vermelhos compulsivamente em meio a essa confusão.
Não durmo já faz mês e vivo assustada, eufórica ou deprimida tenho estados tensos, confusos e injustificados, porcaria!
Minha cabeça dói, minhas costas doem meu pescoço nem se fala...
Tenho ânsia de vomito toda hora e não aguento cheiros fortes.
Tenho saudade dos meus velhos amigos, dos meus novos amigos, mas nenhuma se compara a saudade que sinto - e que berra dentro de mim – do meu querido irmão, não vejo a hora dele acordar de vez!

Irmão nada funciona sem você...

Nenhum comentário:

Postar um comentário