"Alma limpa, amor na transversal...
Planejando o (in)certo"


2 de outubro de 2012

Eu posso?!



Se eu pudesse eu esmagaria vocês um a um - mas isso significaria me igualar, e bom eu não sou dessas, tsc - 
Eu sou humana
Eu sou nojenta, sou enojada
Eu sou tudo e nada.
Eu odeio sentir,
sentir tudo e nada ao mesmo tempo...

Odeio essa extrema que me parte e me rompe
Odeio essa dor que estertora, essa que corroí de maldade,
essa que vem por conta do ser (des)humano que nos rodeia...
Ah! Como eu odeio sentir isso...
Ah! Como eu queria...
Ah! Que nojo eu tenho te tudo isso...
Não vejo a hora disso acabar.

Eu preciso de vocês, eu precisava de vocês, mas sou tão nojenta...
E vocês tão egoístas que vamos ficar assim:
Nessa coisa impar, triste e desamparada.

Só eu sei como funciona esse meu nojo, amor e ódio...
Vocês deveriam ser gente, deveriam ter aprendido alguma coisa comigo,
mas agora, eu não quero nada de vocês - talvez um abraço apertado, um até logo ou um até nunca mais!



Ps: Imagem meramente ilustrativa, sem ligação direta com a minha pessoa!



Nenhum comentário:

Postar um comentário