"Alma limpa, amor na transversal...
Planejando o (in)certo"


14 de agosto de 2012

A quem interessar possa


“Muito me admira quem acha que sabe de tudo, felizmente eu vivi para não saber...”

Quem é capaz de reunir mais de trinta pessoas em uma terça a noite?

Não havia etílicos, tabaco ou droga qualquer...
Vieram, convidados e não convidados, porque amigos são...
Pessoas que prezam e compreendem o sentimento alheio com toda simplicidade do mundo...
Vieram seres de amor e paz
Trouxeram conforto e um pouco de amparo que nesse momento nosso coração se esqueceu como é.
Há 14 dias o céu ganhou mais uma estrelinha que hoje cintila radiante e iluminada...
E são nesse décimo quarto dia que minha avó Maria – falecida em 2005 – comemoraria suas oitenta e quatro primaveras entre seus entes queridos, netos, bisnetos e filhos maravilhosos...
Hoje eu agradeço muito emocionada a essas pessoas que em toda a correria dos tempos modernos e em plena terça feira dedicou um pouco de atenção a minha família que nesse momento carece de cuidado.
Talvez agora eu entenda ainda mais os motivos da minha mãe e compreenda o real significado de AMIZADE.

Doar-se 

Nenhum comentário:

Postar um comentário