"Alma limpa, amor na transversal...
Planejando o (in)certo"


19 de novembro de 2011

Não sacode nem balança

Ela é de livros, de contos de fadas, é personagem de conto infantil...Ela é timidazinha mas sabe falar como ninguém quando alguém lhe encanta os olhos...
Ela é de toda uma doçura: Parece ter saído de um pacote de marshmallow...
Ela é iridescente por natureza...
Ela tem cheiro de mel...
Ela guarda bilhetinhos de papel como se fosse o tesouro mais precioso do mundo...
Ela sente o amor maior do mundo por alguém que ela nem conhece...
Ela ama o estranho...
Ela adora teatro, mas quase não frequenta...
Ela ama aromas diferente, amadeirados, fortes...
Ela guarda foto de amigos que não a consideram mais...
Ela não vende felicidade, mas tenta ao máximo o ser...
Ela nunca terminou de ler O mundo de Sofia, mas ama sabedoria...
Ela é de um bucolismo único...

Ela sorri com seus dentes amarelados, sorriso de menina boba, criança-menina, que tem medo dos sonhos do mundo da vida...
Ela corre com seu vestido florido, florido amarelo, porque ela é apaixonada porque flores colombianas amarelas...

Ela tem medo, ela é de verdade, ela é real, ela faz psicanalize, tem insônia, mas gosta de dar a cara tapa tentar o novo e ponto!

Um comentário:

  1. Ela mora longe, não nos falamos pelo telefone
    e nem por MSN, por falta de tempo ou falta de condição.
    Mas ela ainda mora no meu coração,
    embora disso nem tenha noção.

    Saudades dela :/

    ResponderExcluir