"Alma limpa, amor na transversal...
Planejando o (in)certo"


3 de julho de 2011

Coisa simples

Me ponho aqui depois de varios encontros, debates, respotas e opnioes comigo mesma... não levo a vida de antes...
Posso dizer que me desapeguei dos rompantes  das tolices e das flores colombianas -amarelas- levo a vida solta, SIMPLES, se vocês imaginavam nunca ler isso, acreditem também nunca imaginei escrever isso, o meu consumismo aos pouscos se esfacelou -é, agente aprende, ou eu aprendi- eu gosto de cortar os cabelos estar com os amigos de sempre e os que me são verdadeiros, os que me impulsionam e que me ajudam a ir pra frente quando a tristeza quer falar mais alto, os divertidos e inteligentes, os bobões de sempre que jamais mudarão e gente que o vento coloca no caminho de gente como eu a toda hora.
Eu aprendi a estar com minha mãe, descobri o amigo que é meu irmão e o paizão que eu tenho!
Isso minimizou bastante a minha dor, sei que não estou sozinha, e que os de fora, ah, esses vem e vão e nem sempre são dignos do nosso afeto mas sempre do nosso perdão!

*Texto sem, revisão gramatical, favor ignorar erros grotescos!

Nenhum comentário:

Postar um comentário