"Alma limpa, amor na transversal...
Planejando o (in)certo"


4 de abril de 2011

IV ROUND


É Clarice vc sabe...
E não consegue esboçar o que não é verdadeiro, um sorriso tem que ser sensato, o abraço tem que ter encanto doce.
A euforia tem que vir recheada de paixão...
E isso pra mim ,só funciona se for verdade, se for real...
Eu já cansei de brincar de casinha, de construir amores de mentirinha...
Agora meu mundinho é cheio de emboscada e gente vijiando por todo o lado!
O meu mundo é vazio e rodeado de gente "sacomé" né?
Bom o lance agora é brincar nas entrelinhas, correr subir escadinhas, descer brincar de amarelinha.
O que dá pra se fazer sozinha?
Quando a dor venera e os contatos da sua agenda são pura ilusão?
Eu não acredito que as pessoas guardem o numero de gente morta...
Interessante né, achei um na minha agenda, o número de um amor morto...
Aquele que foi levado pelo vento e enterrado pela crua essencia da maturidade!
Estava desenvolvendo, estavamos...
Seriamos um...

"Porque era ele era eu..."

E agora não somos, não fomos, porque?

Fa-ta-li-da-de:

Fatal
Idade

Que triste junção essa que os astros levara de mim...
Levaram ou eu deixei ir?

Explicações e justificativas... Mas nessa altura do campeonato?
Rs, acredito que não faça o minimo sentido...

Agora eu digo: Não tô legal... Mas só ouço um vá pra cama, dai eu penso? Rolar e rolar? Mas detesto a cama amassada

Mas voltando ao que de fato era falado: Não existe mais sol, não se constroi mais o luar, não se conta estrelas, não se pinta barcos...

Quanta negatividade não? rsrsrsrs

Só vim contestar à mim mesma pois tola e boba que fui acreditei...

Não, nada existe, tudo se fez estilhaço!
Laços jogados todos espatifados
E eu?
A bonequinha
rsrsrs, brinca de fazer linha, tece em sua pele sensivel riscos tolos doloridos e nada interpretáveis e mesmo assim é julgada...
O tempo todo, toda hora...

Ela tenta não chorar, fraqueza não demonstrar, mas não dá...

Sem tanto amor está...
Falta um sopro de vida,

Um pedaço de caos
uma fogueira e um rabisco no final!

Nenhum comentário:

Postar um comentário