"Alma limpa, amor na transversal...
Planejando o (in)certo"


24 de julho de 2010

Di(solução)!




De mãos atadas
totalmente dependente...
As mortes comprimidas -essas que não levam a óbito- alcançam a tontura!
Tontura breve tortura imensa
Dependência total

Ei, preste atenção cuidado pra atravessar a rua...
Ei, você não pode ir, não sozinha e não podemos ir com você...
Ei, olha aqui presta atenção você já esta bem grandinha sabe de suas responsabilidades...

E se eu não souber?
E se eu estiver tonta o suficiente pra ter noção de distancia?
E se ainda assim eu quiser ir sozinha?

Meus dias passam lentos essa -quase- internação domiciliar me mata.

Cortaram minhas pernas amarram meus braços...
Faltam exatos 6 minutos para ingerir mais três -diabos tontos- comprimidos...

E eu o faço...
Na tentativa frustrada de amenizar tudo isso...
E em um belo dia poder existir longe dessa confusão comprimida que não pode ser dissolvida antes de ingerida!

Nenhum comentário:

Postar um comentário